Como calcular custos e prazo para instalação de banheiras em obras

As banheiras de hidromassagem, spas e ofurôs estão se tornando, cada vez mais, comuns nas residências dos brasileiros. As pessoas querem mais relaxamento e conforto depois de dias estressantes e cheios de compromissos.

Os preços de aquisição e de montagem das banheiras estão caindo ao longo dos anos, pela evolução tecnológica dos materiais e dos processos, e também por inovações como a instalação de banheiras da Explas.

Porém, uma banheira, independente do seu tamanho e estilo, ainda é um item de investimento e que merece alguns pontos de atenção para que a escolha e todo o processo sejam os melhores.

É importante calcular custos e prazo para instalação de banheiras em obras – e esses valores podem variar muito entre modelos, tipos de instalação e fornecedores – baseado em variáveis importantes. O resultado, sem dúvida, será um produto bem dimensionado para a obra e que vai atender o cliente.

O imóvel está preparado para a instalação da banheira escolhida?

A instalação de uma banheira é um investimento que demanda muito tempo, vai impactar na vida das pessoas de uma forma positiva e também no entorno do imóvel.

Uma banheira tradicional e cheia, equivale a uma piscina pequena dentro do imóvel. Portanto, é preciso ter a certeza de que ela pode ser tecnicamente instalada em apartamentos, se o projeto original permite a carga de cada unidade sobre a estabilidade do prédio.

A análise criteriosa do projeto de construção ou uma consulta à administradora são formas eficazes de responder esta pergunta e, por exemplo, optar por um modelo adequado para desfrutar da banheira sem ter problemas estruturais sérios.

Para casas, esta análise também é válida, incluindo a necessidade de verificar o projeto de fundação e limite de peso previsto.

Qual é a infraestrutura necessária para a banheira escolhida?

Cada modelo de banheira tem um grau de complexidade diferente para montar e operar, mas alguns pontos são comuns e importantes para determinar o custo e também o prazo para instalar a banheira em um imóvel.

Localização:

Ela deve ser satisfatória para quem vai usar – se falarmos da banheira tradicional que requer alvenaria ou a estrutura usada pela Explas – e também prática para que as instalações hidráulicas estejam próximas e evitem ao máximo os custos adicionais com adaptações ou as mudanças de projetos no ambiente.

Instalações técnicas:

Além da proximidade com a parte hidráulica que comentamos antes, é fundamental criar uma instalação elétrica, com estrutura e disjuntor independente, e checar se a voltagem disponível está compatível com a que deve ser usada na banheira.

Facilidade de acesso:

A banheira deve estar em um local seguro para os usuários, que não exija esforço físico de risco e que o entorno seja de materiais que evitem derrapagem e quedas. Essa preocupação aumenta quando usamos as banheiras em quartos, como as Vitorianas, pois não são ambientes projetados para o contato com água e instalações.

Facilidade de manutenção:

Muitas montagens de banheiras negligenciam um fator importante que é o acesso aos componentes de funcionamento da banheira, principalmente quando ela possui hidromassagem e, portanto, trabalha com um motor. A localização da banheira deve permitir o acesso rápido, seguro e amplo (sem restrição) ao sistema de funcionamento dela.

custos prazo instalação banheiras

Qual o tipo de montagem para a banheira escolhida?

Além de definir a viabilidade, o local e as exigências técnicas de uso, o tipo de montagem terá um peso importante no prazo e na qualidade da instalação e determinante no uso diário.

O método mais tradicional é de alvenaria, com uma estrutura normalmente usando uma ou duas paredes, para acomodar a peça. É um método que exige um grande investimento em material, mais trabalho no local de montagem para criar a estrutura, além de ter um tempo maior de trabalho.

Por outro lado, existe um método inovador de instalação de banheiras, desenvolvido pela Explas, que consiste em uma estrutura de alumínio que será fixada em uma parede e no piso, e nos dois pontos não será preciso quebrar a alvenaria.

A banheira é encaixada nessa estrutura, o que reduz muito o trabalho e o tempo de montagem, sem contar o custo com revestimento que, nesse caso, é muito menor, pois basta dar o acabamento em pedra ou cerâmica.

A instalação é mais rápida e, além disso, a manutenção corretiva é mais eficiente, pois a parte inferior é projetada para dar acesso total aos componentes.

Para um item tão complexo quanto a montagem, esse método inovador traz muitos benefícios! Em especial a segurança de poder inspecionar a banheira preventivamente e ter uma peça com uma vida útil maior e com mais qualidade.

Gostou desse artigo? Esperamos que ele ajude a entender a importância de diversos cuidados que devemos ter para prever e instalar uma banheira em uma obra.

Quer conhecer o nosso orçamento para a sua obra? Acesse aqui e faremos sem compromisso!